"Mensagem da Rainha da Paz"

MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 02.06.2017 "Queridos filhos, como em outros locais venho até vocês, também aqui estou lhes chamando para a oração. Orem por aqueles que não conhecem o Meu Filho, por aqueles que não conheceram o amor de Deus, contra o pecado, pelos consagrados - para aqueles que meu Filho chamou para ter Amor e espírito de força para com vocês, para com a Igreja. Orem ao Meu Filho, e o amor que você experimentar com a Sua proximidade lhes dará a forças para prepará-los para as obras de amor que farão em Seu nome. Meus filhos, estejam prontos. Esta vez é um ponto de viragem. É por isso que estou lhes chamando de novo para a Fé e a Esperança. Estou lhes mostrando o caminho pelo qual precisam ir, e esse são as palavras do Evangelho. Apóstolos do Meu Amor, o mundo tem tanta necessidade de seus braços levantados para o céu, em direção ao meu Filho, para o Pai Celestial. São necessárias muita humildade e pureza de coração. Tenham confiança no Meu Filho e saibam que vocês sempre podem ser melhores. Meu coração maternal deseja para vocês, apóstolos do meu amor, sejam pequenas luzes do mundo, iluminando aí onde a escuridão quer começar a reinar, mostrando o verdadeiro caminho com sua oração e amor, para salvar as almas. Eu estou com vocês. Obrigado por terem acolhido ao Meu Chamado."
MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 25.03.2017 “Queridos filhos! Neste tempo de graça convido todos vocês a abrirem seus corações à misericórdia de Deus, para que, através da oração, da penitência e da decisão pela santidade, comecem uma vida nova. Este tempo primaveril os estimula, em seus pensamentos e corações, a uma vida nova, a uma renovação. Por isso, filhinhos, Eu estou com vocês para ajudá-los a dizerem, com determinação, "sim" a Deus e aos mandamentos de Deus. Vocês não estão sozinhos, Eu estou com vocês por meio da graça que o Altíssimo me concede para vocês e para seus descendentes. Obrigada por terem respondido ao meu chamado.”

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Oração dos 5 dedos - Papa Francisco



ORAÇÃO DOS CINCO DEDOS

Escrita por Jorge Mario Bergoglio

1. O polegar é mais próximo de você. Então comece a orar por aqueles mais próximos a você. Eles são os mais facilmente lembrados. Orar por nossos entes queridos é um "dever doce."

2. O dedo seguinte é o indicador . Ore por aqueles que vão ensinar, instruir e curar. Isso inclui professores, catequistas, médicos e os sacerdotes. Eles precisam de apoio e sabedoria para indicar a direção correta para os outros. Mantenha-os sempre presentes em suas orações.

3. O próximo dedo é o mais alto . Ela nos lembra dos nossos líderes. Ore para o presidente, congressistas, empresários e gestores. Essas pessoas dirigem os destinos de nossa nação e orientam a opinião pública. Precisam da orientação de Deus.

4. O quarto dedo é o nosso dedo anelar . Embora muitos fiquem surpresos, é o nosso dedo mais fraco, como pode te dizer qualquer professor de piano. Ele deve lembrar-nos a rezar para os fracos, com muitos problemas ou prostrado pela doença. Eles precisam da sua oração dia e noite. Nunca será demais orar por eles. Você também deve orar pelos casamentos.

5. E por último, é o nosso dedo mindinho , o dedo menor de todos, que é a forma como vemos a nós mesmos diante de Deus e dos outros. Como a Bíblia diz que "os últimos serão os primeiros". Seu dedo mindinho deve lembrá-lo de orar por você. Após ter orado para os outros quatro grupos, você verá suas próprias necessidades na perspectiva correta, e assim você rezará melhor por seus problemas.


EVANGELHO DO DIA - 31/07/2013 (Mt 13, 44-46)

PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO MATEUS 

- Naquele tempo, 44O Reino dos céus é também semelhante a um tesouro escondido num campo. Um homem o encontra, mas o esconde de novo. E, cheio de alegria, vai, vende tudo o que tem para comprar aquele campo. 45O Reino dos céus é ainda semelhante a um negociante que procura pérolas preciosas. 46Encontrando uma de grande valor, vai, vende tudo o que possui e a compra.
Palavra da salvação

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Os dias em que Deus confirmou sua existência para 3,5 milhões de jovens do mundo inteiro

Quem não pôde participar da Jornada Mundial da Juventude e teve de se contentar com as análises da mídia perdeu aspectos fundamentais desse evento que movimentou o país. É bem verdade que as lentes das câmeras conseguiram alcançar pontos importantes e, muitas vezes, belos da Jornada, mas nenhuma delas foi capaz de atingir o coração da JMJ-Rio 2013. Não obstante o clima de festa ocasionado pelo encontro, o que, de fato, marcou a alma dos jovens foi muito mais que a sensação simplista de uma viagem, mas o toque concreto com todos os artigos da fé que compõem o corpo da Igreja que é o próprio Corpo de Cristo.
A começar pela chegada dos peregrinos ao Rio de Janeiro, o Brasil e as demais partes do planeta puderam experimentar a universalidade da Igreja, desde os alegres cantos africanos à acolhida fraternal do povo carioca. Cada bandeira hasteada na praia de Copacabana revelava a dimensão da Noiva de Cristo que a acolhia e a vigiava de braços abertos de cima do Corcovado. Uma cena que deixou a Cidade Maravilhosa ainda mais... maravilhosa. Dos confins do mundo, aonde chegaram os profetas missionários de outrora, vieram as novas gerações de adoradores do Senhor, cuja única missão, concedida pelo Santo Padre, é ir novamente pelo mundo e anunciar o Evangelho a toda criatura.
O Rio de Janeiro que amargava tristes depredações e padecia sob um clima de guerra civil sem precedentes semanas atrás se convergiu num mar de pessoas que cantava louvores a Deus e pedia a intercessão da Mãe Aparecida. Imagem suficiente para arrancar lágrimas de policiais e sorrisos de bebês que, mesmo sem compreender concretamente o que lá acontecia, sabiam que era algo santo. O ódio dos protestos dos indignados foi afogado pela amor de Cristo. As profanações de meia-dúzia de coitados foram ofuscadas pela sacralidade de 3,5 milhões de batizados. De filhos do Altíssimo. De pessoas que, como pediu o Santo Padre na cerimônia de sua acolhida, botaram fé na verdade, no caminho e na vida que só se encontram em Jesus.
 
A Jornada Mundial da Juventude apresentou novamente às nações a pujança da Igreja e a sua capacidade de se renovar. Não, a Igreja não está morta. Pelo contrário, vive e se multiplica para além daqueles que profetizaram seu enterro e que, aliás, já estão enterrados. A história se repete e mais uma vez é a Igreja quem sai vitoriosa. Se em Madrid foram dias em que Deus parecia existir, como confessou o jornalista agnóstico Vargas Llosa, no Rio foram dias em que Ele confirmou sua existência. Diferente do que se viu dias atrás, dessa vez os jovens não saíram às ruas para depredar, mas para construir. E construir em cima da Rocha. E por isso gritavam: Esta é a juventude do Papa! Melhor, dos Papas. De Bento e de Francisco, pois a única ruptura proposta por eles é a ruptura com o pecado, não com a fé de dois mil anos como sugerem alguns teólogos mal intencionados por aí.
Os cantos que tomaram as ruas do Rio de Janeiro ainda encontrarão eco em muitos corações. Naquela praia, onde se celebrou a Missa de envio dos peregrinos, novamente exortou Jesus pela boca do Santo Padre: "Ide pelo mundo e fazei discípulos de todas as nações". E neste momento, em que muitos jovens ainda se encontram em ônibus ou aviões voltando para suas casas, também a cruz de Cristo vai com eles para indicar o caminho da Luz da Fé, a única capaz de conduzir o homem para a salvação eterna, onde as portas do inferno não prevalecerão.
Por: Equipe Christo Nihil Praeponere
video

Vídeo gravado pelo Secretariado Rainha da Paz, antes da Missa de Envio... saudades!!!

Retrospectiva JMJ 2013

 



EVANGELHO DO DIA - 29/07/2013 - Jo 11, 19-27

PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO JOÃO 

- Naquele tempo, 19Muitos judeus tinham vindo a Marta e a Maria, para lhes apresentar condolências pela morte de seu irmão. 20Mal soube Marta da vinda de Jesus, saiu-lhe ao encontro. Maria, porém, estava sentada em casa. 21Marta disse a Jesus: Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido! 22Mas sei também, agora, que tudo o que pedires a Deus, Deus to concederá. 23Disse-lhe Jesus: Teu irmão ressurgirá. 24Respondeu-lhe Marta: Sei que há de ressurgir na ressurreição no último dia. 25Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá. 26E todo aquele que vive e crê em mim, jamais morrerá. Crês nisto? 27Respondeu ela: Sim, Senhor. Eu creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, aquele que devia vir ao mundo 

Palavra da salvação






"A vontade era fazer tudo de novo. Não estou cansada, estou renovada."

Joselia Subtie, 29 anos, estudante de pedagogia


domingo, 28 de julho de 2013

Alegria e disposição dos Consagrados na JMJ Rio 2013











"Continuem acompanhando os jovens com generosidade e alegria, ajudem-lhes a se comprometer ativamente na Igreja; que eles nunca se sintam sozinhos." Papa Francisco



EVANGELHO DO DIA - 28/07/2013 (Lc 11, 1-13)

PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO LUCAS 

- Naquele tempo, 1Um dia, num certo lugar, estava Jesus a rezar. Terminando a oração, disse-lhe um de seus discípulos: Senhor, ensina-nos a rezar, como também João ensinou a seus discípulos. 2Disse-lhes ele, então: Quando orardes, dizei: Pai, santificado seja o vosso nome; venha o vosso Reino; 3dai-nos hoje o pão necessário ao nosso sustento; 4perdoai-nos os nossos pecados, pois também nós perdoamos àqueles que nos ofenderam; e não nos deixeis cair em tentação. 5Em seguida, ele continuou: Se alguém de vós tiver um amigo e for procurá-lo à meia-noite, e lhe disser: Amigo, empresta-me três pães, 6pois um amigo meu acaba de chegar à minha casa, de uma viagem, e não tenho nada para lhe oferecer; 7e se ele responder lá de dentro: Não me incomodes; a porta já está fechada, meus filhos e eu estamos deitados; não posso levantar-me para te dar os pães; 8eu vos digo: no caso de não se levantar para lhe dar os pães por ser seu amigo, certamente por causa da sua importunação se levantará e lhe dará quantos pães necessitar. 9E eu vos digo: pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á. 10Pois todo aquele que pede, recebe; aquele que procura, acha; e ao que bater, se lhe abrirá. 11Se um filho pedir um pão, qual o pai entre vós que lhe dará uma pedra? Se ele pedir um peixe, acaso lhe dará uma serpente? 12Ou se lhe pedir um ovo, dar-lhe-á porventura um escorpião? 13Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai celestial dará o Espírito Santo aos que lho pedirem.

Palavra da salvação



... a nossos queridos papas João Paulo II e Bento XVI

Guardo vivas na memória estas palavras do Bem-aventurado João Paulo II aos jovens:

"Tenho muita esperança em vocês! Espero, sobretudo, que renovem a fidelidade de vocês a Jesus Cristo e à sua cruz redentora."



E vocês, jovens, responderam numerosos ao convite do Papa Bento XVI...


Agradecemos-lhe de todo coração!



Ass.: Papa Francisco JMJ Rio 2013

Jesus nos oferece algo maior que a Copa do Mundo!

“Aqui no Brasil, como em outros países, o futebol é uma paixão nacional. Sim ou não? Pois bem. O que faz um jogador quando é chamado para fazer parte de um time? Deve treinar – e treinar muito. Assim é na nossa vida de discípulos do Senhor. São Paulo, escrevendo aos cristãos, nos diz: ‘Os atletas se privam de tudo, e o fazem para obter uma coroa que perece; nós, por outro lado, por uma coroa incorruptível’. 


Jesus nos oferece algo maior que a Copa do Mundo! 

Jesus nos oferece a possibilidade de uma vida fecunda e feliz – e também um futuro com ele, que não terá fim até a vida eterna”.


JMJ 2016

"Queridos jovens, temos encontro marcado na próxima Jornada Mundial da Juventude no ano de 2016 em Cracóvia, na Polônia."

Polonesas comemoram a escolha de Cracóvia como sede da próxima JMJ em 2016

.

Ide e fazei discípulos entre todas as nações

"Queridos jovens, Jesus precisa de vocês, a Igreja precisa de vocês... o Papa precisa de vocês!" 


"Ser generoso com Cristo, vale a pena!" 

"Queridos jovens, regressando às suas casas, não tenham medo de ser generosos com Cristo, de testemunhar o seu Evangelho (...) Levar o Evangelho é levar a força de Deus, para extirpar e destruir o mal e a violência; para devastar e derrubar as barreiras do egoísmo, da intolerância e do ódio; para construir um mundo novo".

        "A fé é uma chama e precisa ser compartilhada"

"A experiência deste encontro não pode ficar trancafiada na vida de vocês ou no pequeno grupo da paróquia, do movimento, da comunidade de vocês. Seria como cortar o oxigênio a uma chama que arde. A fé é uma chama que se faz tanto mais viva quanto mais é partilhada, transmitida."


sábado, 27 de julho de 2013

Esta es la juventud Papa

...QUE ERRA


...QUE REZA

...QUE SE DIVERTE
...QUE SE UNE
...QUE É GUERREIRA

...QUE É JESUS!!!!!



De: Papa... para: Jovens


  1. Papa Francisco critica discussão sobre liberação das drogas;
  2. Papa chama dinheiro, poder, sucesso e prazer de ídolos passageiros;
  3. Francisco apela a jovens para que lutem contra injustiça e 'nunca desanimem' diante da corrupção.


A partir das 19h30, o Papa Francisco estará em Copacabana, onde participa da vigília de oração com jovens, um dos eventos mais esperados da Jornada Mundial da Juventude. O encontro será na forma de uma Liturgia da Palavra, com testemunhos e perguntas de cinco jovens ao Papa; respostas e discurso; orações e cantos; troca de presentes e benção. 

6º dia do Papa Francisco no Brasil

Em cerimônia fechada a religiosos na Catedral Metropolitana do Rio, o Arcebispo falou sobre a importância da Jornada Mundial da Juventude e agradeceu ao pontífice pelo momento eucarístico. Durante a homilia na missa, o Papa Francisco chama religiosos a refletirem sobre a vocação. 
Após encontro na Catedral Metropolitana do Rio, o pontífice ressaltou no Twitter a importância dos bispos como mensageiros da fé católica, dizendo: 
"Os Bispos são os Pastores do Povo de Deus, sigamo-los com confiança e coragem".
No Teatro Municipal do Rio de Janeiro, o Papa Francisco discursou para representantes da sociedade civil e falou, principalmente, da importância do 'diálogo construtivo' para enfrentar o presente.

Os "veteranos" na JMJ Rio 2013

 
 

Sr. Ribamar e Cia- Secretariado Rainha da Paz RJ