"Mensagem da Rainha da Paz"

MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 02.12.2017 “"Queridos filhos, falo a vocês como sua Mãe, Mãe dos justos, Mãe daqueles que amam e suportam, Mãe dos santos. Meus filhos, vocês também podem ser santos. Isso depende de vocês. Os santos são aqueles que amam sem medidas o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de todas as coisas. Portanto, meus filhos, procurem sempre melhorar. Se vocês tentarem ser bons, vocês poderão ser santos, sem pensar que o são. Se vocês pensam que são bons, vocês não são humildes e a soberba os afasta da santidade. Neste mundo inquieto, cheio de provações, suas mãos, apóstolos do meu amor, devem ser estendidas em orações e piedade. Para mim, meus filhos, deem-me jardins de rosas, rosas que eu amo tanto. Minhas rosas são as suas orações ditas com o coração e não apenas recitadas com os lábios. Minhas rosas são suas obras, orações, fé e amor. Quando meu Filho era pequeno, Ele me dizia que meus filhos seriam muitos e eles me trariam muitas rosas. Eu não O compreendia. Agora eu sei que esses filhos são vocês, que vocês me trazem rosas quando vocês amam ao meu Filho acima de tudo, quando vocês rezam com o seu coração, quando vocês ajudam os mais pobres. Estas são minhas rosas; esta é a fé que faz com que tudo na vida seja feito com amor, que não se conheça a soberba, que se seja pronto para perdoar, nunca julgar e sempre tentar entender seu próprio irmão. Portanto, apóstolos do meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, aqueles que não os amam, os que fizeram mal a vocês, aqueles que não conheceram o amor do meu Filho. Meus filhos, isso é o que eu procuro em vocês, porque, lembrem-se de que rezar significa amar e perdoar. Obrigada."”
MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 25.11.2017 “Queridos filhos! Neste tempo de graças os convido à oração. Rezem e procurem a paz, filhinhos. Ele, que veio aqui sobre a terra para doar lhes a Sua paz, sem fazer diferenças de que vocês são ou o que são – Ele, meu Filho, seu Irmão – por meio de mim os convida à conversão, porque sem Deus vocês não têm nem futuro nem a vida eterna. Por isso, creiam, rezem e vivam na graça e na espera do seu encontro pessoal com ELe. Obrigada por terem respondido ao meu chamado.”

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

31 de janeiro, dia de São João Bosco

Oh! Pai e mestre da juventude, São João Bosco, que tanto trabalhastes pela salvação das almas, sede nossa guia em buscar o bem da nossa e a salvação do próximo, ajudai-nos a vencer as paixões e o respeito humano, ensinai-nos a amar a Jesus Sacramentado, a Maria Santíssima Auxiliadora e ao Papa, e obtende-nos de Deus uma santa morte, para que possamos um dia achar-nos juntos no Céu. Assim seja.

EVANGELHO DO DIA 31.01.2014 (Mc 4,26-34)

+PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO MARCOS 
- Naquele tempo, 26Jesus disse à multidão: “O reino de Deus é como quando alguém espalha a semente na terra. 27Ele vai dormir e acorda, noite e dia, e a semente vai germinando e crescendo, mas ele não sabe como isso acontece. 28a A terra, por si mesma, produz o fruto: primeiro aparecem as folhas, depois vem a espiga e, por fim, os grãos que enchem a espiga. 29Quando as espigas estão maduras, o homem mete logo a foice, porque o tempo da colheita chegou”. 30E Jesus continuou: “Com que mais poderemos comparar o Reino de Deus? Que parábola usaremos para representá-lo? 31° Reino de Deus é como um grão de mostarda que, ao ser semeado na terra, é a menor de todas as sementes da terra. 32Quando é semeado, cresce e se torna maior do que todas as hortaliças, e estende ramos tão grandes, que os pássaros do céu podem abrigar-se à sua sombra”! 33 Jesus anunciava a Palavra usando muitas parábolas como estas, conforme eles podiam compreender. 34E só lhes falava por meio de parábolas, mas, quando estava sozinho com os discípulos, explicava tudo.
Palavra da Salvação.

Sonho de Santa Faustina com Santa Teresinha

Vocês sabiam?


Quero anotar um sonho que tive a respeito de Santa Teresinha do Menino Jesus. Eu era ainda noviça e tinha certas dificuldades, que não conseguia superar. Tratava-se de obstáculos interiores, mas que se relacionavam com dificuldades exteriores. Fiz novenas a vários Santos, mas a situação tornava-se cada vez mais difícil. Os meus sofrimentos eram tão grandes que já não sabia como continuar a viver. 
De repente, veio-me a ideia de rezar a Santa Teresinha do Menino Jesus. Comecei uma novena a essa Santa, pois já antes do ingresso no Convento tinha uma grande devoção a ela. Agora me descuidei um pouco dela, mas, nessa necessidade, novamente, comecei a rezar com todo fervor. 
No quinto dia da novena sonhei com Santa Teresinha, mas como se ela ainda estivesse na Terra. Ocultou diante de mim a circunstância de ela ser Santa e começou a consolar-me, para que eu não ficasse tão triste por causa desse problema, mas confiasse mais em Deus. Afirmava-me: “Também eu sofri muito”, e eu não acreditava que ela houvesse sofrido muito e disse-lhe então: ”A mim me parece nada haver sofrido”.
Santa Teresinha Mas Santa Teresinha respondeu convencendo-me de que sofria muito e disse-me: “Dentro de três dias, a Irmã verá que esse problema será resolvido da melhor maneira”.
Quando eu não queria acreditar muito nela, então ela se deu a conhecer, dizendo que era uma santa. Neste momento, minha alma encheu-se de alegria e perguntei-lhe: Você é uma santa”, e ela me respondeu que sim: “Sou uma santa e confie que o seu problema se resolverá no terceiro dia”.  E eu disse a ela: “Santa Teresinha, diga-me irei para o céu?” – Respondeu-me: “A irmã irá para o céu”. – “E serei santa?” – Respondeu-me: “A irmã será santa”. Mas, Teresinha, eu serei uma santa como você, nos altares?” E ela me respondeu: “Sim, você será uma santa como eu, mas deve confiar muito em Jesus”. E perguntei-lhe se meu pai e minha mãe irão para o céu – respondeu-me: Irão. E continuei a perguntar: “E as minhas irmãs e meus irmãos também irão para o Céu? – Respondeu-me que rezasse muito por eles e não me deu uma resposta certa. Compreendi que necessitavam, de muitas orações. (p.71).

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

A dramática praga social da usura

O Papa Francisco criticou nesta quarta-feira (29) durante a audiência geral feita semanalmente na Praça São Pedro, no Vaticano, "a dramática praga social" da usura, que prejudica tantas famílias e deixa os mais humildes em sérias dificuldades.
A usura consiste em conceder empréstimos com taxas proibitivas, de maneira que o devedor não consiga pagar a dívida. Isso dá ao credor um grande poder.
"Quando uma família não tem nem para comer porque tem que pagar o empréstimo aos agiotas, isto não é cristão, é desumano", disse o Papa, ao saudar uma associação contra a usura presente na audiência, que teve a participação de mais de 3 mil voluntários.
Francisco pediu ainda que as instituições trabalhem para apoiar as vítimas dessa "dramática chaga social que fere a dignidade das pessoas".

Catecismo da Igreja Católica

ORAÇÃO
"A oração é a elevação da alma a Deus ou o pedido a Deus dos bens convenientes." - (CIC 2590)  
"Deus chama incansavelmente toda pessoa ao encontro misterioso com Ele. A oração acompanha toda a história da salvação como um apelo recíproco entre Deus e o homem" - (CIC 2591)
 

EVANGELHO DO DIA 30.01.2014 (Mc 4,21-25)

+ PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO MARCOS

- Naquele tempo, Jesus disse à multidão: 21 “Quem é que traz uma lâmpada para colocá-la debaixo de um caixote, ou debaixo da cama? Ao contrário, não a põe num candeeiro? 22Assim, tudo o que está escondido deverá tornar-se manifesto, e tudo o que está em segredo deverá ser descoberto. 23Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça”. 24Jesus dizia ainda: “Prestai atenção no que ouvis: com a mesma medida com que medirdes, também vós sereis medidos; e vos será dado ainda mais. 25Ao que tem alguma coisa, será dado ainda mais. Do que não tem, será tirado até mesmo o que ele tem”. 

Palavra da Salvação.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Dom Orani reza pelas vítimas de acidente na Linha Amarela

A Arquidiocese do Rio de Janeiro divulgou nesta terça-feira, 28, uma nota de solidariedade pelos familiares das vítimas do acidente na Linha Amarela, no Rio de Janeiro (RJ). Um caminhão atingiu a passarela que liga os dois sentidos das pistas, na altura de Pilares, na manhã de hoje. O acidente deixou quarto mortos e cinco feridos. No texto, o Arcebispo Metropolitano do Rio, Dom Orani João Tempesta, pediu a Deus o descanso eterno para os falecidos e uma rápida recuperação aos feridos.
Leia a nota:
A Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro se une aos familiares das vítimas fatais do acidente ocorrido, na Linha Amarela, na altura de Pilares, na manhã de hoje, na Zona Norte.
Uno-me aos que choram pela perda inesperada de seus parentes e amigos, ao Deus da Vida e quero expressar a minha profunda solidariedade às famílias das vítimas do acidente e asseguro fervorosas orações.
Invoco a Deus o descanso eterno para os falecidos, e uma rápida recuperação aos feridos, manifestando a minha proximidade espiritual e o meu conforto neste momento difícil, em que Cristo Bom Pastor nos segura e nos reconforta.
Rio de Janeiro, 28 de janeiro de 2014, na memória litúrgica de Santo Tomás de Aquino.
Dom Orani João Tempesta, O. Cist.
Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ


Catecismo da Igreja Católica

PECADO
"O homem não pode, enquanto está na carne, evitar todos os pecados, pelo menos os pecados leves. Mas esses pecados que chamamos leves, não os consideres insignificantes, se os consideras insignificantes ao pesá-los, treme ao contá-los. Um grande número de objetos leves faz uma grande massa; um grande número de gotas enche um rio; um grande número de grãos faz um montão. Qual é então nossa esperança? Antes de tudo, a confissão..." (CIC 1863)


EVANGELHO DO DIA 29.01.2014 (Mc 4,1-20)

+ PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO, SEGUNDO MARCOS

- Naquele tempo, 1Jesus começou a ensinar de novo às margens do mar da Galileia. Uma multidão muito grande se reuniu em volta dele, de modo que Jesus entrou numa barca e se sentou, enquanto a multidão permanecia junto às margens, na praia. 2Jesus ensinava-lhes muitas coisas em parábolas. E, em seu ensinamento, dizia-lhes: 3“Escutai! O semeador saiu a semear. 4Enquanto semeava, uma parte da semente caiu à beira do caminho; vieram os pássaros e a comeram. 5Outra parte caiu em terreno pedregoso, onde não havia muita terra; brotou logo, porque a terra não era profunda, 6mas, quando saiu o sol, ela foi queimada; e, como não tinha raiz, secou. 7Outra parte caiu no meio dos espinhos; os espinhos cresceram, a sufocaram, e ela não deu fruto. 8Outra parte caiu em terra boa e deu fruto, que foi crescendo e aumentando, chegando a render trinta, sessenta e até cem por um”. 9E Jesus dizia: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”. 10Quando ficou sozinho, os que estavam com ele, junto com os Doze, perguntaram sobre as parábolas. 11Jesus lhes disse: “A vós, foi dado o mistério do Reino de Deus; para os que estão fora, tudo acontece em parábolas, 12para que olhem mas não enxerguem, escutem mas não compreendam, para que não se convertam e não sejam perdoados”. 13E lhes disse: “Vós não compreendeis esta parábola? Então, como compreendereis todas as outras parábolas? 14O semeador semeia a Palavra. 15Os que estão à beira do caminho são aqueles nos quais a Palavra foi semeada; logo que a escutam, chega Satanás e tira a Palavra que neles foi semeada. 16Do mesmo modo, os que receberam a semente em terreno pedregoso, são aqueles que ouvem a Palavra e logo a recebem com alegria, 17mas não têm raiz em si mesmos, são inconstantes; quando chega uma tribulação ou perseguição, por causa da Palavra, logo desistem. 18Outros recebem a semente entre os espinhos: são aqueles que ouvem a Palavra; 19mas quando surgem as preocupações do mundo, a ilusão da riqueza e todos os outros desejos, sufocam a Palavra, e ela não produz fruto. 20Por fim, aqueles que recebem a semente em terreno bom são os que ouvem a Palavra, a recebem e dão fruto; um dá trinta, outro sessenta e outro cem por um”.
 
Palavra da Salvação.