"Mensagem da Rainha da Paz"

MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 02.06.2017 "Queridos filhos, como em outros locais venho até vocês, também aqui estou lhes chamando para a oração. Orem por aqueles que não conhecem o Meu Filho, por aqueles que não conheceram o amor de Deus, contra o pecado, pelos consagrados - para aqueles que meu Filho chamou para ter Amor e espírito de força para com vocês, para com a Igreja. Orem ao Meu Filho, e o amor que você experimentar com a Sua proximidade lhes dará a forças para prepará-los para as obras de amor que farão em Seu nome. Meus filhos, estejam prontos. Esta vez é um ponto de viragem. É por isso que estou lhes chamando de novo para a Fé e a Esperança. Estou lhes mostrando o caminho pelo qual precisam ir, e esse são as palavras do Evangelho. Apóstolos do Meu Amor, o mundo tem tanta necessidade de seus braços levantados para o céu, em direção ao meu Filho, para o Pai Celestial. São necessárias muita humildade e pureza de coração. Tenham confiança no Meu Filho e saibam que vocês sempre podem ser melhores. Meu coração maternal deseja para vocês, apóstolos do meu amor, sejam pequenas luzes do mundo, iluminando aí onde a escuridão quer começar a reinar, mostrando o verdadeiro caminho com sua oração e amor, para salvar as almas. Eu estou com vocês. Obrigado por terem acolhido ao Meu Chamado."
MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 25.03.2017 “Queridos filhos! Neste tempo de graça convido todos vocês a abrirem seus corações à misericórdia de Deus, para que, através da oração, da penitência e da decisão pela santidade, comecem uma vida nova. Este tempo primaveril os estimula, em seus pensamentos e corações, a uma vida nova, a uma renovação. Por isso, filhinhos, Eu estou com vocês para ajudá-los a dizerem, com determinação, "sim" a Deus e aos mandamentos de Deus. Vocês não estão sozinhos, Eu estou com vocês por meio da graça que o Altíssimo me concede para vocês e para seus descendentes. Obrigada por terem respondido ao meu chamado.”

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Papa aos carismáticos: rezar e anunciar juntos Jesus Cristo!

“O louvor é a inspiração que nos dá a vida porque é a intimidade com Deus, que aumenta com o louvor diário... O cristão não vive sem louvor e sem a missão. Foi a própria Renovação Carismática que lembrou à Igreja a necessidade e a importância da oração de louvor... Além da oração de louvor, a oração de intercessão é, hoje, um grito ao Pai pelos nossos irmãos cristãos perseguidos e assassinados e pela paz no nosso mundo conturbado”.
 

Rezem, rezem, rezem...



“Vivam uma vida de oração; aprendam  a transformar qualquer coisa na oração, quer os sofrimentos, quer as dores e qualquer tipo de tentação”. 
“Rezem na calma e na tempestade, rezem à noite como ao longo do dia, rezem indo e voltando, rezem embora se sintam cansados e distraídos”. 
“Rezem  também  a  contragosto e peçam a Jesus que agoniza no Jardim das Oliveiras e no Calvário aquela força e aquela coragem de rezar que Ele nos mereceu com suas dores e seu sangue”. 
“Rezem, porque a oração é a força que salva, a coragem que dá a  perseverança,  a  mística ponte lançada por Deus sobre o abismo que separa a alma de Deus.” 
 Padre De Ravignân S.J.

VOCÊ SABIA?


Nas Catedrais Medievais os demônios são retratados de pernas retas, sem joelhos, pois não são capazes de genuflexão diante de Deus, por toda eternidade.



Jesus está no chão

A Comunhão na boca

Salvem a Liturgia!

De acordo com a Instrução Geral do Missal Romano, o fiel deve comungar  ajoelhado ou em pé, conforme determinação da Conferência Episcopal local. Recomenda-se aos que comungarem em pé, fazer um adequado sinal de reverência antes de receberem o Sacramento. Todavia, é louvável a antiga Tradição de receber o Corpo do Senhor de joelhos. Após o Concílio Vaticano II, foi-se permitido, como concessão, receber a Comunhão na mão. Entretanto, os documentos da Igreja sempre reiteraram que o antigo costume deveria ser preservado, proibido expressamente aos sacerdotes e aos demais ministros, recusarem entregar a Sagrada Comunhão diretamente na boca, ou a quem se punha de joelhos, direitos básicos de qualquer fiel cristão.

Evangelho do dia ‣ 31/10/2014 (Lucas 14,1-6)

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas

14 1 Jesus entrou num sábado em casa de um fariseu notável, para uma refeição; eles o observavam. 2 Havia ali um homem hidrópico. 3 Jesus dirigiu-se aos doutores da lei e aos fariseus: “É permitido ou não fazer curas no dia de sábado?” 4 Eles nada disseram. Então Jesus, tomando o homem pela mão, curou-o e despediu-o. 5 Depois, dirigindo-se a eles, disse: “Qual de vós que, se lhe cair o jumento ou o boi num poço, não o tira imediatamente, mesmo em dia de sábado?” 6 A isto nada lhe podiam replicar.


- Palavra da Salvação.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Oferta de AMOR!



Venho Senhor, minha VIDA oferecer...

“Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça, e todas as outras coisas vos serão dadas por acréscimo.” (Mt 6,33)


Nossa Senhora nos pede para ler e meditar todas às quintas-feiras Mateus 6,24-34:
24.Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou odiará a um e amará o outro, ou dedicar-se-á a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e à riqueza. 25. Portanto, eis que vos digo: não vos preocupeis por vossa vida, pelo que comereis, nem por vosso corpo, pelo que vestireis. A vida não é mais do que o alimento e o corpo não é mais que as vestes? 26. Olhai as aves do céu: não semeiam nem ceifam, nem recolhem nos celeiros e vosso Pai celeste as alimenta. Não valeis vós muito mais que elas? 27. Qual de vós, por mais que se esforce, pode acrescentar um só côvado à duração de sua vida? 28. E por que vos inquietais com as vestes? Considerai como crescem os lírios do campo; não trabalham nem fiam. 29. Entretanto, eu vos digo que o próprio Salomão no auge de sua glória não se vestiu como um deles. 30. Se Deus veste assim a erva dos campos, que hoje cresce e amanhã será lançada ao fogo, quanto mais a vós, homens de pouca fé? 31. Não vos aflijais, nem digais: Que comeremos? Que beberemos? Com que nos vestiremos? 32. São os pagãos que se preocupam com tudo isso. Ora, vosso Pai celeste sabe que necessitais de tudo isso. 33. Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas em acréscimo. 34. Não vos preocupeis, pois, com o dia de amanhã: o dia de amanhã terá as suas preocupações próprias. A cada dia basta o seu cuidado.

Papa Francisco: o diabo não é um mito, é preciso combatê-lo com a verdade

"A vida cristã é uma 'luta' contra o demônio, o mundo e as paixões da carne."

Portanto, são necessários força e coragem “para resistir e para anunciar”. Para prosseguir na vida espiritual  é preciso lutar. Não se trata de um simples confronto, mas de uma luta contínua. Francisco identificou três inimigos da vida cristã: “o demônio, o mundo e a carne”, ou seja, as nossas paixões, “que são as feridas do pecado original. A salvação que Jesus nos dá é gratuita”, mas somos chamados a defendê-la:
“Do que me devo defender? Que devo fazer? ‘Revestir-nos da armadura de Deus’, nos diz Paulo, ou seja, aquilo que é de Deus nos defende para resistir às insídias do diabo. Não se pode pensar numa vida espiritual, numa vida cristã, sem resistir às tentações, sem lutar contra o diabo, sem vestir esta armadura de Deus que nos dá força e nos protege.” 
São Paulo destaca que 'a nossa batalha' não é contra pequenas coisas, 'mas contra os principados e as potências, isto é, contra o diabo e seus aliados'. 
“Mas, esta geração – e tantas outras – nos fez acreditar que o diabo fosse um mito, uma figura, uma ideia, a ideia do mal. Mas o diabo existe e nós devemos lutar contra ele. É o que diz Paulo, não eu! É a Palavra de Deus. Mas nós não estamos muito convencidos. E depois Paulo nos diz como é esta armadura de Deus, quais são os diversos tipos de armaduras, que formam esta grande armadura de Deus. E ele diz: ‘Sejais firmes e cingi os vossos rins com a verdade’. Esta é a armadura de Deus: a verdade.”

“O diabo é o mentiroso, é o pai dos mentirosos, o pai da mentira.” E com São Paulo, reiterou que é preciso cingir os nossos rins com a verdade, revestir-nos da couraça da justiça. “Não se pode ser cristãos sem trabalhar continuamente para ser justos. Não se pode”. Uma coisa que nos ajudaria muito seria nos perguntar se ‘acredito ou não?’. Ou acredito mais ou menos? E evidenciou que “sem fé não se pode prosseguir, não se pode defender a salvação de Jesus”. Precisamos “deste escudo da fé”, porque “o diabo não nos lança flores”, mas “flechas em chamas” para nos matar. Francisco então exortou a tomar o capacete da salvação e a espada do Espírito e a vigiar “com orações e súplicas”: 
A vida é uma milícia. A vida cristã é uma luta, uma luta belíssima, porque quando o Senhor vence em cada passo da nossa vida, nos dá uma alegria, uma felicidade grande: aquela alegria que o Senhor venceu em nós, com a sua gratuidade de salvação. Mas sim, somos um pouco preguiçosos na luta e nos deixamos levar avante pelas paixões, por algumas tentações. Isso porque somos todos pecadores. Mas não devemos nos desencorajar. Coragem e força, porque o Senhor está conosco”. 
 

Twitter do Papa Francisco, 30 de outubro

A missão principal da Igreja é evangelizar, levar a Boa Nova a todos.

Evangelho do dia, 30.10.2014 (Lc 13,31-35)

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas

31Naquela hora, alguns fariseus aproximaram-se e disseram a Jesus: “Tu deves ir embora daqui, porque Herodes quer te matar”. 32Jesus disse: “Ide dizer a essa raposa: eu expulso demônios e faço curas hoje e amanhã; e no terceiro dia terminarei o meu trabalho. 33Entretanto, preciso caminhar hoje, amanhã e depois de amanhã, porque não convém que um profeta morra fora de Jerusalém. 34Jerusalém, Jerusalém! Tu que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados! Quantas vezes eu quis reunir teus filhos, como a galinha reúne os pintinhos debaixo das asas, mas tu não quiseste! 35Eis que vossa casa ficará abandonada. Eu vos digo: não me vereis mais, até que chegue o tempo em que vós mesmos direis: Bendito aquele que vem em nome do Senhor”.
- Palavra da Salvação.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

"Meu Jesus, perdão e misericórdia, pelos méritos de vossas santas Chagas!"

Amado Cristo

Amado Cristo
"A vós correndo vou, braços sagrados,
Nessa cruz sacrossanta descobertos 
Que, para receber-me, estais abertos, 
E, por não castigar-me, estais cravados. 

A vós, divinos olhos, eclipsados 
De tanto sangue e lágrimas abertos, 
Pois, para perdoar-me, estais despertos, 
E, por não condenar-me, estais fechados. 

A vós, pregados pés, por não deixar-me, 
A vós, sangue vertido, para ungir-me, 
A vós, cabeça baixa, pra chamar-me 

A vós, lado patente, quero unir-me, 
A vós, cravos preciosos, quero atar-me, 
Para ficar unido, atado e firme".

REFLETINDO no testemunho de São Padre Pio de Pietrelcina e no que JESUS lhe revelou:

No dia 7 de Abril de 1913, Padre Pio enviou uma carta para o seu Confessor Padre Agostino: 
"Meu querido Padre, sexta-feira pela manhã eu ainda estava na cama, quando JESUS apareceu diante de mim. ELE estava golpeado e desfigurado com muitas chagas que sangravam e me mostrou uma grande multidão de sacerdotes, entre os quais, dignitários eclesiásticos vestindo as suas sagradas túnicas que usavam para celebrar as Santas Missas, mas conduzindo as cerimônias de modo indiferente e frio, preocupados com os compromissos particulares. Quando vi JESUS naquelas condições, senti uma grande angústia no coração e, LHE perguntei o motivo do sofrimento DELE? ELE não me respondeu. Porém me mostrou os sacerdotes que deveriam ser castigados. O SENHOR permanecia muito triste e inconformado com aqueles sacerdotes e continuava olhando para eles. Então notei com grande pesar as muitas lágrimas que banhavam a Santa Face do SENHOR. ELE se afastou daquela multidão de sacerdotes e com uma imensa expressão de desgosto no olhar, chorou e disse: 'Açougueiros!'. Em silêncio assisti toda aquela cena.  
O SENHOR me disse: 'Minha Criança, não creia que minha agonia foi somente aquelas três horas pregado na Cruz no Calvário, não. De fato permanecerei em agonia até o fim do mundo por causa da tristeza que me causam, as almas que EU amo. Durante o tempo de agonia, Minha criança, ninguém pode dormir. Minha alma está procurando alguma gota de piedade humana naqueles que escolhi, mas eles só me proporcionam indiferenças e decepções. A ingratidão é a mais severa agonia para MIM. Eles correspondem muito mal ao Meu Amor! Para MIM o tormento maior é quando se manifesta nas pessoas o desprezo, a indiferença e a incredulidade. Quantas vezes minha tristeza projetou golpeá-los com raios, mas fui consolado por Minha MÃE, pelos Anjos e as almas que me amam. Escreva ao seu Padre Confessor e conte tudo o que você viu e ouviu esta manhã. Fale com ele para mostrar esta carta ao Padre Diretor da Província. JESUS continuou falando mas, o que ELE disse, eu nunca poderei revelar". 

"A Mensagem mais importante de Medjugorje não é Maria, 
é Jesus. Medjugorje é um caminho para Cristo."


Tudo tem sua hora

Tudo tem sua hora.
Para cada acontecimento sob o céu 
existe um tempo determinado: 
um tempo de nascer e um tempo de morrer, 
um tempo de plantar 
e um tempo de colher a planta, 
um tempo de matar e um tempo de curar,
um tempo de derrubar e um tempo de construir, 
um tempo de chorar e um tempo de rir, 
um tempo de gemer e um tempo de dançar, 
um tempo de jogar pedras 
e um tempo de ajuntar pedras, 
um tempo de abraçar 
e um tempo de largar abraço, 
um tempo de buscar e um tempo de perder, 
um tempo de guardar e um tempo de jogar fora, 
um tempo de rasgar e um tempo de costurar, 
um tempo de se calar e um tempo de falar, 
um tempo de amar e um tempo de odiar, 
um tempo de guerra e um tempo de paz.

Ecl 3,1-8

Evangelho do dia ‣ 29/10/2014 (Lucas 13,22-30)

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas

Naquele tempo, 13 22 sempre em caminho para Jerusalém, Jesus ia atravessando cidades e aldeias e nelas ensinava. 23 Alguém lhe perguntou: “Senhor, são poucos os homens que se salvam?” Ele respondeu: 24 “Procurai entrar pela porta estreita; porque, digo-vos, muitos procurarão entrar e não o conseguirão. 25 Quando o pai de família tiver entrado e fechado a porta, e vós, de fora, começardes a bater à porta, dizendo: ‘Senhor, Senhor, abre-nos’, ele responderá: ‘Digo-vos que não sei de onde sois’. 26 Direis então: ‘Comemos e bebemos contigo e tu ensinaste em nossas praças’. 27 Ele, porém, vos dirá: ‘Não sei de onde sois; apartai-vos de mim todos vós que sois malfeitores’. 28 Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, Isaac, Jacó e todos os profetas no Reino de Deus, e vós serdes lançados para fora. 29 Virão do oriente e do ocidente, do norte e do sul, e sentar-se-ão à mesa no Reino de Deus. 30 Há últimos que serão os primeiros, e há primeiros que serão os últimos”.


- Palavra da Salvação.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

28 de outubro, dia de São Judas Tadeu

São Judas era primo de Jesus e um dos 12 apóstolos escolhidos por Cristo. Seu pai era irmão de São José e sua mãe, prima-irmã de Maria Santíssima.
O apóstolo Judas Tadeu tornou-se um mártir da fé: morreu por amor a Jesus Cristo! A sua pregação e o seu testemunho eram tão intensos que os pagãos se convertiam. Os sacerdotes pagãos, furiosos, mandaram assassinar o apóstolo, a golpes de bastões, lanças e machados. Tudo teria acontecido no dia 28 de outubro de 70. Por isso, a festa de São Judas é celebrada no dia 28 de outubro, tanto na Igreja ocidental como na oriental. No Brasil, é um evento que altera toda a rotina do país, pois são multidões de católicos que querem agradecer e celebrar o querido santo padroeiro nas igrejas.
Por que São Judas é considerado pelos cristãos o santo intercessor das causas impossíveis?
Essa fama ganhou força no mundo católico a partir da devoção de Santa Gertrudes... Ela, em sua biografia, relatou que Jesus lhe aconselhou invocar São Judas Tadeu até nos “casos mais desesperados”. Depois disso, aumentou o número de devotos do seu poder de resolver as causas que parecem sem solução. Diz a tradição que não há um devoto que tenha pedido sua ajuda e não tenha sido atendido.