"Mensagem da Rainha da Paz"

MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 02.06.2017 "Queridos filhos, como em outros locais venho até vocês, também aqui estou lhes chamando para a oração. Orem por aqueles que não conhecem o Meu Filho, por aqueles que não conheceram o amor de Deus, contra o pecado, pelos consagrados - para aqueles que meu Filho chamou para ter Amor e espírito de força para com vocês, para com a Igreja. Orem ao Meu Filho, e o amor que você experimentar com a Sua proximidade lhes dará a forças para prepará-los para as obras de amor que farão em Seu nome. Meus filhos, estejam prontos. Esta vez é um ponto de viragem. É por isso que estou lhes chamando de novo para a Fé e a Esperança. Estou lhes mostrando o caminho pelo qual precisam ir, e esse são as palavras do Evangelho. Apóstolos do Meu Amor, o mundo tem tanta necessidade de seus braços levantados para o céu, em direção ao meu Filho, para o Pai Celestial. São necessárias muita humildade e pureza de coração. Tenham confiança no Meu Filho e saibam que vocês sempre podem ser melhores. Meu coração maternal deseja para vocês, apóstolos do meu amor, sejam pequenas luzes do mundo, iluminando aí onde a escuridão quer começar a reinar, mostrando o verdadeiro caminho com sua oração e amor, para salvar as almas. Eu estou com vocês. Obrigado por terem acolhido ao Meu Chamado."
MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 25.03.2017 “Queridos filhos! Neste tempo de graça convido todos vocês a abrirem seus corações à misericórdia de Deus, para que, através da oração, da penitência e da decisão pela santidade, comecem uma vida nova. Este tempo primaveril os estimula, em seus pensamentos e corações, a uma vida nova, a uma renovação. Por isso, filhinhos, Eu estou com vocês para ajudá-los a dizerem, com determinação, "sim" a Deus e aos mandamentos de Deus. Vocês não estão sozinhos, Eu estou com vocês por meio da graça que o Altíssimo me concede para vocês e para seus descendentes. Obrigada por terem respondido ao meu chamado.”

sábado, 11 de março de 2017

Simulação do aborto de Cristo

Em frente à Catedral de Tucumán na Argentina

EIS PORQUE UM CRISTÃO JAMAIS PODE SER OU DEFENDER O FEMINISMO:

Mais uma vez feministas blasfemam contra a fé católica e encenam Nossa Senhora cometendo aborto.
GRUPO DE FEMINISTAS FAZEM UMA ENCENAÇÃO ONDE NOSSA SENHORA ABORTA JESUS CRISTO E ISSO REVOLTA CATÓLICOS DO MUNDO INTEIRO!

Resultado de imagem para aborto” de la Virgen María en manifestación feminista

O Arcebispo de Tucumán (Argentina), Mons. Alfredo Zecca, expressou sua rejeição pela paródia de " aborto " da Virgem Maria durante uma marcha feminista encenado em 8 de Março.
Em um comunicado divulgado em 9 de Março, Mons. Zecca disse que "nós condenamos com profunda tristeza os acontecimentos infelizes que foram cometidos ontem, 08 de março, à tarde, na frente da Catedral de Tucuman profundamente fazê pessoa errada e imagem a Virgem Maria, Mãe de Deus, assim como a fé dos católicos tucumanos ".
Por ocasião do Dia da Mulher, um grupo de feministas fizeram uma manifestação pelas ruas principais de Tucuman.
Um grupo de manifestantes realizaram o aborto da Virgem Maria, com muita tinta vermelha para simular sangramento, em frente à Catedral de Tucuman.
Na sua declaração, o Arcebispo de Tucuman observou que "os fatos não são apenas ofensiva agressiva para todos os crentes, mas também para a dignidade das mulheres."
Mons. Zecca também lembrou que março é "o mês de reflexão sobre os direitos do nascituro" e convidou os fiéis católicos e à comunidade em geral, para a Marcha pela Vida e a Família , 25 de março de 18:00
Naquele dia, ele disse, vai passar a partir da Praça Urquiza à Catedral, para celebrar a Eucaristia juntos e fazer um pedido de desculpas ao doce nome de Maria e seu Filho, nosso Redentor.

Argentinos através da plataforma internacional CitizenGO, lançou uma campanha de recolha de assinaturas para José Ramiro Granado, delegado do Instituto Nacional contra a Discriminação, a Xenofobia e Racismo (INADI) em Tucuman, solicitando que "investigar os fatos e punir de modo que a discriminação e ódio com base na fé não quebrar a coexistência pacífica da Argentina."

Nenhum comentário:

Postar um comentário