"Mensagem da Rainha da Paz"

MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 02.06.2017 "Queridos filhos, como em outros locais venho até vocês, também aqui estou lhes chamando para a oração. Orem por aqueles que não conhecem o Meu Filho, por aqueles que não conheceram o amor de Deus, contra o pecado, pelos consagrados - para aqueles que meu Filho chamou para ter Amor e espírito de força para com vocês, para com a Igreja. Orem ao Meu Filho, e o amor que você experimentar com a Sua proximidade lhes dará a forças para prepará-los para as obras de amor que farão em Seu nome. Meus filhos, estejam prontos. Esta vez é um ponto de viragem. É por isso que estou lhes chamando de novo para a Fé e a Esperança. Estou lhes mostrando o caminho pelo qual precisam ir, e esse são as palavras do Evangelho. Apóstolos do Meu Amor, o mundo tem tanta necessidade de seus braços levantados para o céu, em direção ao meu Filho, para o Pai Celestial. São necessárias muita humildade e pureza de coração. Tenham confiança no Meu Filho e saibam que vocês sempre podem ser melhores. Meu coração maternal deseja para vocês, apóstolos do meu amor, sejam pequenas luzes do mundo, iluminando aí onde a escuridão quer começar a reinar, mostrando o verdadeiro caminho com sua oração e amor, para salvar as almas. Eu estou com vocês. Obrigado por terem acolhido ao Meu Chamado."
MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 25.03.2017 “Queridos filhos! Neste tempo de graça convido todos vocês a abrirem seus corações à misericórdia de Deus, para que, através da oração, da penitência e da decisão pela santidade, comecem uma vida nova. Este tempo primaveril os estimula, em seus pensamentos e corações, a uma vida nova, a uma renovação. Por isso, filhinhos, Eu estou com vocês para ajudá-los a dizerem, com determinação, "sim" a Deus e aos mandamentos de Deus. Vocês não estão sozinhos, Eu estou com vocês por meio da graça que o Altíssimo me concede para vocês e para seus descendentes. Obrigada por terem respondido ao meu chamado.”

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Milagre de São Januário não se repete na Itália

O sangue do santo padroeiro de Nápoles normalmente se liquefaz no dia 16 de dezembro. Mas não desta vez... Não se repetiu, em Nápoles, na Itália, o milagre de São Januário.
Venerado desde o século V, o milagre da liquefação de seu sangue é documentado desde os anos 1400, acontecendo, desde então, periodicamente. Três datas são especiais para o fenômeno: 19 de setembro, festa de São Januário, 16 de dezembro, dia em que Nápoles foi preservada do referido desastre por intermédio do santo, e o sábado anterior ao primeiro domingo de maio, que é o aniversário da primeira transladação de seu corpo.
Às 19h15min (horário local) do dia 16 de dezembro, a ampola foi recolocada no relicário que a custodia, e a Capela do Tesouro de São Januário, na Catedral, foi fechada. No dia do considerado "milagre laico" — no qual se recorda a erupção do Vesúvio, de 16 de dezembro de 1631, quando o santo impediu que as lavas do vulcão entrassem na cidade —, não se liquefez o sangue do Santo Padroeiro.
A falta do milagre sempre esteve ligada a momentos nefastos da história da cidade: 
  • em setembro de 1939 e 1940 - datas do início da Segunda Guerra Mundial e da entrada da Itália na guerra; 
  • em setembro de 1943 - durante o início da ocupação nazista; 
  • em 1973 - quando Nápoles foi atingida por uma epidemia de cólera; e, 
  • em 1980 - por fim, ano em que se deu um terremoto de alta magnitude em Irpínia.

É tempo de fazer penitência, como nos recorda a revelação de Fátima, prestes a completar 100 anos. Dobremos os nossos joelhos em oração e imploremos a misericórdia de Deus por nós e pelo mundo inteiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário