"Mensagem da Rainha da Paz"

MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 02.06.2017 "Queridos filhos, como em outros locais venho até vocês, também aqui estou lhes chamando para a oração. Orem por aqueles que não conhecem o Meu Filho, por aqueles que não conheceram o amor de Deus, contra o pecado, pelos consagrados - para aqueles que meu Filho chamou para ter Amor e espírito de força para com vocês, para com a Igreja. Orem ao Meu Filho, e o amor que você experimentar com a Sua proximidade lhes dará a forças para prepará-los para as obras de amor que farão em Seu nome. Meus filhos, estejam prontos. Esta vez é um ponto de viragem. É por isso que estou lhes chamando de novo para a Fé e a Esperança. Estou lhes mostrando o caminho pelo qual precisam ir, e esse são as palavras do Evangelho. Apóstolos do Meu Amor, o mundo tem tanta necessidade de seus braços levantados para o céu, em direção ao meu Filho, para o Pai Celestial. São necessárias muita humildade e pureza de coração. Tenham confiança no Meu Filho e saibam que vocês sempre podem ser melhores. Meu coração maternal deseja para vocês, apóstolos do meu amor, sejam pequenas luzes do mundo, iluminando aí onde a escuridão quer começar a reinar, mostrando o verdadeiro caminho com sua oração e amor, para salvar as almas. Eu estou com vocês. Obrigado por terem acolhido ao Meu Chamado."
MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 25.03.2017 “Queridos filhos! Neste tempo de graça convido todos vocês a abrirem seus corações à misericórdia de Deus, para que, através da oração, da penitência e da decisão pela santidade, comecem uma vida nova. Este tempo primaveril os estimula, em seus pensamentos e corações, a uma vida nova, a uma renovação. Por isso, filhinhos, Eu estou com vocês para ajudá-los a dizerem, com determinação, "sim" a Deus e aos mandamentos de Deus. Vocês não estão sozinhos, Eu estou com vocês por meio da graça que o Altíssimo me concede para vocês e para seus descendentes. Obrigada por terem respondido ao meu chamado.”

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Novena de Natal

7º DIA - GLÓRIA NOS CÉUS
Lc 2,8-20

Ora, naquela mesma região, havia uns pastores que velavam e faziam de noite a guarda do rebanho. E eis que apareceu junto deles um anjo do Senhor e a claridade de Deus os cercou, e tiveram grande temor. Porém, o anjo disse-lhes: "Não temais; porque eis que vos anuncio uma grande alegria que terá todo o povo. Nasceu-vos na cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor. E eis o sinal: encontrareis um menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura". E subitamente apareceu com o anjo uma multidão da milícia celeste, louvando a Deus e dizendo: "Glória a Deus no mais alto dos céus, e paz na terra aos homens de boa vontade". E depois que os anjos se retiraram deles para o céu, os pastores diziam entre si: "Vamos até Belém e vejamos o que lá sucedeu e o que é que o Senhor nos manifestou". E foram com grande pressa e encontraram Maria, José e o menino, deitado na manjedoura. E vendo isto, conheceram o que lhes tinha sido dito acerca deste menino. E todos os que ouviram, se admiravam das coisas que lhes diziam os pastores. Ora, Maria conservava todas estas coisas, meditando-as no seu coração. E os pastores voltaram glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, conforme lhes tinha sido dito.

***

Neste sétimo dia de nossa Novena, contemplemos duas cenas. Primeiro, a glorificação dada pelos anjos a Deus: "Glória a Deus no mais alto dos céus". E uma cena muito próxima: o modo como os pastores agiram quando receberam a mensagem do anjo dizendo que Nosso Senhor havia nascido. Imaginemos os pastores em torno de uma fogueira, conversando, talvez assando algum alimento para comer. Eles deviam estar cheios de afazeres. Precisavam cuidar das suas ovelhas. E, no meio daquela situação toda, aparece-lhes um anjo anunciando a vinda de um Salvador, a vinda do Messias esperado. Ora, duas posturas eles poderiam tomar. Uma era seguir o anúncio do anjo e sair em busca daquele Salvador que aparecia. Outra era continuar tocando seus afazeres e simplesmente ignorar o grande acontecimento que ocorria. Apareceram-lhes depois vários anjos dando glória a Deus. Os anjos serviram de exemplo para os pastores. Vendo a glória esplendorosa que os anjos podiam dar a Deus, os pastores também quiseram louvar a Deus e se retiraram dos seus afazeres, para se aproximarem do Menino Jesus com prontidão, a fim de O adorarem.

Rezemos hoje o Pai Nosso, a Ave Maria e o Glória, pedindo a graça de também podermos adorar o Menino Jesus. Que nossa vida seja um constante ato de glorificação a Deus.

Pai Nosso * Ave Maria * Glória

Oremos: Concedei, ó Deus onipotente, que a novidade do Natal do vosso Filho Unigênito, feito homem, liberte da antiga escravidão aos que estão retidos pelo pecado. Pelo mesmo Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém.

Oração Final:

O Dia de Natal não é uma data estabelecida para mera recordação do nascimento de Jesus, mas um acontecimento que se repete sempre que alguém promove o bem. Levar a vida a quem já perdeu a vontade de viver, levar o amor a quem não acredita mais em nada, levar a paz a quem está atormentado, tudo isto é repetir o nascimento de Jesus, que veio ao mundo para que todos tenham vida e a tenham em abundância.  Peçamos a Deus onipotente que vivamos e celebremos o verdadeiro sentido do Natal, para que o nascimento de Jesus se repita no coração e na vida de todos nós em cada dia do Ano Novo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário