"Mensagem da Rainha da Paz"

MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 02.11.2017 “Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles. Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo. Existem muitos pecados, mas também muito amor. O Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos. Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará. Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam. Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações. Se vocês, meus filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho. Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”
MENSAGEM DA RAINHA DA PAZ EM MEDJUGORJE DE 25.10.2017 “Queridos filhos! Neste tempo de graça, convido-os a serem oração. Todos vocês têm problemas, aflições, sofrimentos e preocupações. Que os santos sejam para vocês um modelo e uma exortação à santidade. Deus estará perto de vocês e, através da sua conversão pessoal, vocês serão renovados em sua busca. A fé será para vocês esperança e a alegria reinará em seus corações. Obrigada por terem correspondido ao meu chamado.”

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Novena de Natal

6º DIA - O NASCIMENTO DE JESUS
Lc 2, 1-7

E naqueles dias, saiu um edito de César Augusto, para que se fizesse o recenseamento. Este primeiro recenseamento foi feito por Cirino, governador da Síria. E iam todos recensear-se, cada um à sua cidade. E José foi também da Galileia, na cidade de Nazaré, à Judeia, na cidade de Davi, que se chamava Belém, porque era da casa da família de Davi, para se recensear juntamente com Maria, sua esposa, que estava grávida. E estando ali, aconteceu que completaram-se os dias em que ela devia dar à luz. E Maria deu à luz o seu filho primogênito e o enfaixou e reclinou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem. 

***

Neste sexto dia de nossa Novena, contemplemos um grande acontecimento esperado por toda humanidade, acontecimento este que continua a iluminar o mundo até os dias de hoje. Contemplemos o nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo. Antes de tudo, precisamos considerar as circunstâncias que envolveram o nascimento de Jesus. Saía um edito de César Augusto exigindo que toda a população fosse recenseada. Então Nossa Senhora e São José precisavam fazer uma longa viagem. Imaginemos a dificuldade de Maria, que estava grávida. Mas ela se submeteu àquela situação, porque percebia que tratava-se de plano da Providência. Nossa Senhora e São José andavam pela cidade de Belém, batendo de porta em porta, porque havia chegado o momento em que ela daria a luz ao Menino Jesus. Mas não havia lugar para eles na estalagem. Não houve quem recebesse Nossa Senhora e São José, para que eles vivessem com a devida dignidade aquele grande momento. E Nosso Senhor Jesus Cristo nasceu na pobreza, na suma pobreza. Nasceu numa gruta, numa estrebaria, entre os animais. E foi colocado numa manjedoura. Interessante para nós seguirmos este exemplo de Nossa Senhora e de São José, essa submissão aos planos da Providência, esse amor a tudo o que Deus quer para nós. Mas não podemos de maneira alguma seguir o exemplo daqueles que não os receberam, daqueles que não abriram suas portas para que o Menino Jesus nascesse.

Rezemos hoje o Pai Nosso, a Ave Maria e o Glória, pedindo a graça de recebermos a família de Nazaré em nosso coração.

Pai Nosso * Ave Maria * Glória

Oremos: Concedei, ó Deus onipotente, que a novidade do Natal do vosso Filho Unigênito, feito homem, liberte da antiga escravidão aos que estão retidos pelo pecado. Pelo mesmo Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém.

Oração Final:


O Dia de Natal não é uma data estabelecida para mera recordação do nascimento de Jesus, mas um acontecimento que se repete sempre que alguém promove o bem. Levar a vida a quem já perdeu a vontade de viver, levar o amor a quem não acredita mais em nada, levar a paz a quem está atormentado, tudo isto é repetir o nascimento de Jesus, que veio ao mundo para que todos tenham vida e a tenham em abundância.  Peçamos a Deus onipotente que vivamos e celebremos o verdadeiro sentido do Natal, para que o nascimento de Jesus se repita no coração e na vida de todos nós em cada dia do Ano Novo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário